MONTE ALEGRE DO SUL- SP

   A ocupação da região teve início por volta de 1873, às margens do rio Camanducaia, com a chegada de várias famílias provenientes de Amparo e Bragança Paulista, atraídas pela qualidade das águas do rio e pela fertilidade do solo. Nesta época, por iniciativa de Teodoro de Assis, foi construída a capela do Senhor Bom Jesus em um terreno doado por Lourenço de Godoy.

   As primeiras casas começaram a ser construídas ao redor da capela pelo capitão José Inácio Teixeira. Com o passar dos anos, o povoado passou a ser conhecido como Bairro da Capelinha e, posteriormente, como Bairro dos Farias. Em 5 de março de 1887, através da Lei provincial nº 15, o povoado foi elevado a condição de distrito do

município de Amparo com o nome de Bom Jesus de Monte Alegre, em homenagem ao padroeiro e à topografia da região. Nessa época, muitas melhorias foram implantadas, tais como: sub-delegacia de polícia, escola municipal, agência postal, etc.

Em 1890, foi inaugurada em Monte Alegre uma estação da Companhia Mogiana de Estradas de Ferro, propiciando maior desenvolvimento para a região e atraindo novos moradores. Em seguida foram implementados os os serviços de luz elétrica e telefone. 

   Em 30 de novembro de 1944, devido a existência de localidades com o mesmo nome, o distrito de Monte

Alegre, passou a se chamar Ibiti (Decreto-lei Estadual nº 14334).

Em 24 de dezembro de 1948, através da Lei Estadual nº 233, o distrito foi elevado à categoria de município com o nome de Monte Alegre do Sul, desmembrado de Amparo. A instalação do município ocorreu em 31 de janeiro de 1949.

   Em 1964, Monte Alegre do Sul foi elevada à categoria de Estância Hidromineral, devido a qualidade de suas águas, esta condição recentemente foi alterada para Estância Turística.

   Em 28 de fevereiro de 1964, através da Lei Estadual nº 8092, foi criado e incorporado ao município o distrito de Mostardas.

CONHEÇA OS PONTOS TURÍSTICOS

A Área de Lazer Vereador José Franciso Baldi abriga o Lago do Girardelli, conhecido como “Lago dos Patos”, um parquinho de diversões e a Fonte “Caetano Sérgio Manfrini”. Anualmente, durante a Semana Santa, o Lago é aberto para pesca.

Lago dos Patos

A locomotiva, desativada em 1966, era utilizada no transporte de passageiros da extinta Companhia Mogiana de Estradas de Ferro. A locomotiva e o vagão de passageiros datam de 1910 e foram restaurados em 1996. Hoje encontram-se exposição permanente na antiga Estação da Mogiana, atual Centro Cultural José Peschiera.

Trem da Mogiana

Com queda d’água de aproximadamente dez metros de altura, é a maior e uma das mais procuradas do Rio Camanducaia. A revoada do bando de andorinhas em busca de abrigo, que ocorre por volta das 18h no inverno, e às 20h no verão, é um dos principais atrativos do local.

Cachoeira das Andorinhas

Construído em 1942, fica a 872 metros de altitude e permite uma vista panorâmica da cidade.

Mirante do Cristo

A qualidade das águas de Monte Alegre do Sul  também está presente nas  várias fontes, cerca de 10 no centro  da cidade.  A mais procurada é a Fonte Bom Jesus devido às propriedades medicinais de sua água indicadas no tratamento de várias enfermidades de pele e outras doenças como artrite e artrose.

Fonte Bom Jesus

Criada em 2003, reúne pequenas edificações e uma réplica do Santuário Bom Jesus. A área é destinada ao lazer e diversão das crianças.

Mini Cidade

1/7

 LAZER E ENTRETENIMENTO

1/2
  • Facebook Social Icon
  • Instagram ícone social

(19) 3899-2246 3899-2247

Praça Rinaldo Godoy Borgiani, s/nº

Monte Alegre do Sul

Balneário Municipal

  • YouTube ícone social
  • Sem título-2

Vitrine de Negocio

1/1

Sabor da Roça

Rua Dom Pedro,55-Centro.

(19)3896-9999

Sabor da Roça

Rua Dom Pedro,55-Centro.

(19)3896-9999

Sabor da Roça

Rua Dom Pedro,55-Centro.

(19)3896-9999

Sabor da Roça

Rua Dom Pedro,55-Centro.

(19)3896-9999

© 2019 Caminhos da Região - Todos os Direitos Reservados.

  • Facebook
  • Twitter
  • YouTube
  • Instagram